Publicidade

quinta-feira, 27 de agosto de 2015 Congresso | 11:00

Para evitar nova CPMF, Congresso poderá intervir na política cambial do governo

Compartilhe: Twitter

Enquanto a Comissão de Constituição e Justiça do Senado se ocupava nesta quarta-feira, 26, da sabatina do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, o Palácio do Planalto e os Ministérios da Fazenda e do Planejamento se digladiavam em torno do tamanho nos cortes de gastos do Orçamento de 2016 e da perspectiva de reedição do imposto sobre o cheque, a famosa CPMF.

Mas, no plenário do Senado, naquele momento, o senador José Serra (PSDB-SP) subia à tribuna para denunciar os gastos do Banco Central com as chamadas swaps cambiais. São uma espécie de seguro garantido pelo Tesouro para quem aposta na não variação do dólar. Se a moeda americana crescer, o governo paga a diferença.

A denúncia de Serra levou a uma manifestação de apoio do senador Lindbergh Farias (PT-RJ), que propôs a criação de uma frente parlamentar contra a atual política monetária do Banco Central e a convocação ao Congresso do presidente do BC, Alexandre Tombini, além da inclusão do tema na chamada Agenda Brasil.

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), concordou com Lindbergh, dando sinais de que o assunto deverá esquentar nos próximos dias.

Em seu discurso, Serra falou que o país gastou este ano R$ 115 bilhões com swaps cambiais. Lindbergh deu um número menor, R$ 57 bi, que é quanto foi divulgado pelo BC. Aparentemente Serra se enganou e os R$ 115 bilhões se referem ao gasto com swaps desde que o BC começou a se utilizar deste expediente, em 2013. De qualquer maneira, os R$ 57 bilhões são uma gasto altíssimo, cerca do dobro do aplicado no Bolsa Família, metade do orçamento anual do Ministério da Educação.

Serra parece ter encontrado a hora certa para discutir a questão cambial: no momento de desgaste do Ministro da Fazenda, Joaquim Levy, que se debate contra a tentativa do Palácio do Planalto e do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, de aumentarem impostos para evitar maiores cortes nos gastos públicos.

Em vez de cortar demais os investimentos governamentais, ou criar novos impostos como a CPMF, o Congresso começa a discutir mais seriamente e possibilidade de influir também na definição da política monetária, obrigando o Banco Central a deixar o aumento do dólar apenas por conta das reservas cambiais, e não do dinheiro do Tesouro.

Veja o discurso de Serra:

Autor: Tags: , , , , , , , ,

6 comentários | Comentar

  1. 56 gui 27/08/2015 13:15

    Para corrigir de vez estes descalabros (aumento de impostos) uma alternativa eficiente seria a de todos os brasileiros indistintamente deixarem de pagar todo e qualquer imposto por um período de tempo; Tenho certeza que pensariam mais de uma vez antes de proporem estas idiotices, ex: taxação de fortunas (não foi dinheiro roubado) CPMF. etc etc Que façam economia e parem de viver nababescamente às custos do povo;

    • Titio 27/08/2015 16:17

      Perfeito

  2. 55 guida vieira 27/08/2015 12:49

    O Governo ao invés de fazer sua parte e gastar menos do que arrecada cria imposto para sanar suas contas, é mesma coisa que eu gastar todo meu salário com balada, roupas, futilidades e falar pro meu chefe que ele tem que pagar um extra pelo meu trabalho mal feito.

  3. 54 Renato Lima 27/08/2015 12:43

    Quando tiraram o CPMF eles aumentaram o IOF de 3% para 6%, inclusive nas transações no exterior, será que irão abaixar algum dos aumentos que fizeram?!

    Cortar gastos com os comissionados eles não querem, certa vez ouvi de ex-ministro numa entrevista na Cultura que falava assim: “Nos países desenvolvidos o número de cargos comissionados gira em torno de 10.000, no Brasil deve estar em torno de 22.000”.

    São pessoas que são indicadas e muitas vezes sem competência para exercer o cargo e com salários altíssimos. O governo anunciou o corte de 1.000 cargos comissionados, ainda tem muita gordura para queimar.

    • Manuel Antonio Fialjo 27/08/2015 14:02

      Renato
      Eleitor nesta republiqueta, não é eleitor é ‘”CUMPLICE” . Na minha opinião, SONEGAR É LEGITIMA DEFESA” .. quem elege essa ralé que está ai, agora não tem para onde correr. Eles tem pois já roubaram o suficiente para pélo menos 20 gerações

  4. 53 luiz 27/08/2015 11:59

    Nova cpmf, mais um meio do pt roubar

  5. 52 PRIMEIRO POLÍTICOS À LA MUJICA... PARA CRIAR "VERGONHA NA CARA"! 27/08/2015 11:42

    ESSA CAMBADA DE VAGABUNDOS TRAVESTIDOS DE POLÍTICOS E GOVERNANTES QUE AINDA TÊM A CORAGEM DE VIREM COM PROPOSTAS DE AUMENTO DE IMPOSTOS, TAXAS, CPMF”S E OUTRAS FORMAS DE ESPOLIAR AINDA MAIS O CONTRIBUINTE, DEVERIAM TOMAR ALGUMAS MEDIDAS COMO A DO COMBATE AO QUE SERRA APONTOU, A QUESTÃO DAS SWAPS CAMBIAIS.
    APROVEITANDO O EMBALO, DEVERIAM SEGUIR O EXEMPLO DE ALGUNS MUNICÍPIOS DO INTERIOR QUE, “PRESSIONADOS” PELAS POPULAÇÕES LOCAIS, ESTÃO BAIXANDO OS SALÁRIOS DOS VEREADORES.
    POR QUE A PRESIDENTE, TÃO PREOCUPADA (SIC) COM A SITUAÇÃO ECONÔMICA DO PAÍS, NÃO DÁ O EXEMPLO, DIMINUINDO SEU SALÁRIO A 10% DO QUE É, CORTANDO AS MORDOMIAS DE PRESIDENTE DE 1º MUNDO, ANDANDO EM CARRO POPULAR, TUDO IGUAL AO SEU QUERIDO AMIGO “MUJICA”, EX- PRESIDENTE DO URUGUAI?
    AO MESMO TEMPO, MANDA PROJETO PARA O CONGRESSO APROVAR DIMINUIÇÃO DOS SALÁRIOS DE TODOS OS CARGOS DE PRESIDENTE A VEREADOR, EM 10% DOS ATUAIS SALÁRIOS?
    DEPOIS DE TUDO ISSO, ACHO QUE O POVO ATÉ RECEBERÁ BEM UMA NOVA CPMF!
    NB. AH, IA ME ESQUECENDO: UM PROJETO DE LEI QUE TRANSFORME EM PRISÃO PERPÉTUA O LADRÃO CONDENADO POR ROUBAR COFRE PÚBLICO… SEJA DE QUE PARTIDO POLÍTICO SEJA O LADRÃO!

  6. 51 João Alberto Afonso 27/08/2015 11:41

    Embora não seja do bojo da matéria, ocupo este nobre espaço para pontuar que o Nassif, em sua coluna, se mostra um jornalista extremamente tendencioso em favor do atual governo, tanto que não dá alarde a nova prisão do Dirceu, as pedaladas da Dilma, o Petrolão e assim por diante, preferindo atacar, sempre, o tucanato, sendo a bola da vez o Aécio Neves. Ora, se Aécio é corrupto ou não, pouco importa na medida em que não serve de desculpas para absolver a Dilma e o Lula. Enfim, se Aécio é corrupto, cana nele porque o povo está se lixando para os partidos e o que quer, é que ladrão vá para a cadeia e nada mais. E mais, Sr. Nassif, fale a verdade contra todos e não ficar repetindo que o tucanato também é ladrão. Outrossim, fale da fundação do Lula e sua empresa de marketing pessoal (quatro milhões e meio e mais um milhão e meio que entraram no seu bolso para dar palestras no mundo todo, como se hotel cinco estrelas em Portugal fosse plenário para tanto, o mesmo valendo dizer do FHC.

    • Stanislaw p/João Alberto Afonso. 27/08/2015 16:17

      Parabéns pelo seu comentário.
      Concordo com você quanto ao tendencioso citado e outros que, felizmente, estão hoje reduzidos a um dígito da população, segundo as últimas pesquisas de opinião em relação a esse desgoverno.
      Também sou da opinião que o povo, principalmente os que se prontificaram a ir às ruas, como eu, aos quais lula e asseclas chamam de “das elite” – ( sou um aposentado de 69 anos com aposentadoria de 1600 reais por mês, renda com a qual vivo com minha esposa. Nossas únicas propriedades são uma casa, onde moramos, no interior do estado, avaliada em 350 mil reais, um veículo Fiat Uno ano 2002, e duas carteirinhas do SUS (não podemos pagar convênio) a qual utilizo sempre, em consultas periódicas de acompanhamento a problemas cardíacos – 4 pontes de safena e 1 marcapasso).
      E o “Brahma apedeuta porongo” diz que os que protestam contra esse desgoverno são os “das elite”.
      Gente como eu pode ser chamada de “das elite”?
      Só se ele quer dizer que é “das elite” os que sabem pelo menos ler e escrever medianamente.
      Aí é questão de complexo que talvez nem com a fama e o dinheiro muitos não conseguem superar.
      Como você, sou dos que acham que todo corrupto tem que ir para a cadeia, seja do PT, PMDB, PSDB, DEM, PCDO B ou de qualquer outro partido.
      E como nós, milhões pensam assim, o que ficou comprovado com as manifestações sem direção de nenhum partido político.
      Acrescento que gostaria que fosse criada uma lei que apenasse com “prisão perpétua”, ou pelo menos 30 anos de cadeia em regime fechado, sem direito a benefícios, a todo condenado por roubar cofres públicos.
      Toda pena deveria ser proporcional ao dano que causa a outrem, agravada quando o dano atinge toda uma população.
      Roubar cofre público é muito mais grave do que o homicídio doloso, o latrocínio, o estupro que, normalmente, afetam a uma pessoa, sendo que o ladrão de cofre público “MATA ÀS BATELADAS” – roubando dinheiro que deveria ser usado no SUS (onde morrem milhares), na segurança pública ( morrem milhares pela falta dela), saneamento básico (idem), combate ao narcotráfico (idem) etc.
      Não adianta políticos se manifestarem contra a corrupção pegando carona na indignação atual da população, a qual se saturou de suportá-la e sustentá-la, sem defender “PENAS PESADAS” para quem roubar cofre público, sem elaborar projetos de lei nesse sentido, e sem votar em “VOTO ABERTO” pela cadeia dura a todos os ladrões, independente de que partido ou governo seja o ladrão!
      Uma sugestão seria votarem uma lei apenando gravemente os ladrões dos cofres públicos, a partir do próximo governo ( PRISÃO PERPÉTUA OU 30 ANOS EM REGIME FECHADO, SEM DIREITO A BENEFÍCIO), naturalmente não retroativo a roubalheiras passadas!
      Será que não surge um homem de verdade, no meio dessa cambada, para tomar uma iniciativa dessa?
      Será que não há gente com personalidade tipo à de Joaquim Barbosa, Sergio Moro nesse Congresso?

      • Stanislaw. 28/08/2015 1:10

        LULA E OS “DA ELITE”.

        O Gallery marcou época em São Paulo. Frequentada por celebridades como Pelé, Cazuza, Lula, Vera Fischer, Tom Jobim, Vinícius de Moraes e pessoas da elite, a casa ainda habita o imaginário do paulistano – especialmente dos mais velhos – como sinônimo de requinte e badalação. Além dessa casa noturna, José Victor Oliva esteve a frente de outros empreendimentos famosos na noite de São Paulo como o Resumo da Ópera e o Moinho Santo Antônio, o que lhe rendeu o apelido de “O Rei da Noite Paulistana”.

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.